domingo, julho 12, 2009

sexta-feira, julho 03, 2009

Coisas que eu gostaria de fazer...


  • Fazer uma tatuagem
  • Fazer um mochilão na Europa
  • Saltar de para-quedas
  • Aprender a surfar
  • Morar na praia
  • Morar em Londres
  • Beber até perder a memória no outro dia
  • Conhecer o Egito
  • Ver meu time ser campeão mundial
  • Assistir um jogo da seleção
  • Plantar uma árvore
  • Poder decorar meu próprio apartamento
  • Ir num show do Chico Buarque
  • Aprender a cozinhar
  • Aprender a tocar violão
  • Fazer intercâmbio
  • Passar no vestibular!
  • Pintar o cabelo de loiro/preto/ruivo
  • Conhecer a América Latina
  • Cortar o cabelo
  • Acabar com uma garrafa de tequila com as amigas
  • Criar um labrador ...
Acho que vou ter que viver 10.000 anos...

Liam no Sheraton

Eu não tinha uma caneta.


Lamentável




Os torcedores que compraram o ingresso, os sócios que pagam uma mensalidade para evitar transtornos na chegada e para garantir um lugar em qualquer jogo que quiserem, podem e devem o fazer sem impedimento, mas não foi o que aconteceu quinta-feira no jogo da semi-final da Libertadores entre Grêmio e Cruzeiro no Olímpico... Uma cena triste que nenhum torcedor deveria passar. O jogo começando dentro do estádio e centenas de torcedores que queriam estar lá vendo, torcendo e animando o time num jogo daquela importância não podendo fazer nada do lado de fora. Isso sim é lamentável. Um episódio que eu e toda a torcida esperamos que nunca mais se repetisse.

A partir de segunda-feira o Grêmio irá ressarcir os torcedores que não puderam entrar.